Sábado, 2 de Agosto de 2008

PECADOS QUE ENTRISTECEM O ESPÍRITO SANTO Ef 4:30



a) Int: O Espírito Santo é o selo da redenção (V 13). "Fostes selados" é a declaração bíblica de que todo salvo em Cristo tem uma marca, um sinal que o identifica como propriedade do Senhor. Um selo é uma marca de propriedade e os crentes em Cristo possuem essa marca indisfarçável que é a presença poderosa do Espírito Santo em seu ser. I Cor 3:16, Gl 4:4,5; Rm 8:15 A comprovação da nossa redenção é o selo do Espírito Santo em nossa vida. O que distingue um crente de um ímpio é o selo do Senhor que lhe dá autenticidade. Não há nada parecido ou igual. Ele é singular como direito de posse do Senhor.
b) O Espírito Santo é o penhor da redenção (V 14). O texto declara "o qual é o penhor da nossa herança". A palavra "penhor" significa garantia, segurança, prova de aquisição e posse de algo. No tempo de Paulo, a palavra "penhor" era empregada para uso legal e comercial quando alguém comprava alguma coisa e desejava garantir a sua compra. As pessoas adiantavam uma quantia inicial como penhor (II Co 1.22;5.5). 
c) Também é chamado de penhor: garantia de que voltara para pagar e levar o objecto que deixou Act 1:11
d) Cristo deixou a sua eleita, noiva, povo etc… Jo 14:3; At 1:11
e) Jesus nos deu o Espírito Santo como penhor pelo resgate de nossas almas (I Pe 2.9). Na verdade, somos do Senhor e o que garante essa possessão é a presença do Espírito Santo em nossa vida. 

O Espírito Santo, que habita no crente (Rm 8.9; I Co 6.19), é uma Pessoa que pode sentir intensa mágoa ou tristeza, assim como o próprio Jesus sentia quando chorou por causa de Jerusalém, e em outras ocasiões (Mt 23.37; Mc 3.5; Lc 19.41; Jo 11.35). (1) O crente causa tristeza ou pesar ao Espírito Santo, quando não dá importância à sua presença, voz ou direcção (Rm 8.5-17; Gl 5.16-25; 6.7-9). (2) Entristecer o Espírito Santo leva a resisti-lo (At 7.51); isto, por sua vez, leva a extingui-lo (I Ts 5.19) e, finalmente, a fazer agravo ao Espírito da graça (Hb 10.29). Esta última acção pode ser identificada como a blasfémia contra o Espírito Santo, para a qual não há perdão Mt 12.31.

I) FALTA DE VERACIDADE NAS PALAVRAS E UNIDADE Ef 4:25

a) Formas de mentir: verbal, escrita e gestual. A falta de verdade entre o povo de Deus não é novo, já nos dias de Zacarias acontecia o mesmo Zc 8:16 Eis as coisas que deveis fazer: falai verdade cada um com o seu companheiro; executai juízo de verdade e de paz nas vossas portas;
b) A falta de verdade não promove o companheirismo. Pv 16:28 O homem perverso espalha contendas; e o difamador separa amigos íntimos.
c) Pv 17:9 O que perdoa a transgressão busca a amizade; mas o que renova a questão, afastam amigos íntimos. 
d) Paulo aos Colossenses foi vinculativo ao aconselha-los a serem realistas nas palavras Cl 3:9 Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos. 
e) Vocês já nasceram de novo II Cor 5:17
f) O falar do verdadeiro Cristão deve de ser sim e não Mt 5:37: Tg 5:12
g) Devemos ser unânimes em tudo, Sedes unânimes entre vós… Rm 12:16
h) Ser do mesmo parecer I Co 1:10
i) Porque todos nós somos membros uns dos outros Rm 12:5 assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros. I Cor 10:17; 12:12-31; Gl 3:28; Ef 4:13

II) DAR LUGAR À IRA (RAIVA) Ef 4:26

a) Esta é proibida, não significa que não nos iremos, mas deve ser apenas por um momento, por isso o homem é aconselhado a abandona-la Sl 37:8
b) Cristo se irou, mas foi só um momento Jo 2:13-23 O homem irado só faz tolices Pv 14:17
c) Salomão diz que é melhor o longânimo Pv 16:32
d) Tiago diz: a ira do homem não opera a justiça de Deus Tg 1:20
e) A ira aparece pela falta de paciência Pv 19:11; 22:24; 27:4
f) Salomão em Eclesiastes dá um grande conselho Ec 7:9; Tg 1:19; Mt 5:22; Pv 14:29 Quem é tardio em irar-se é grande em entendimento; mas o que é de ânimo precipitado exalta a loucura. 
g) Pv 19:11 A discrição do homem fá-lo tardio em irar-se; e sua glória está em esquecer ofensas.
h) Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo Hb 10:31
i) Deus é tardio em irar-se Êx 34:6 Tendo o Senhor passado perante Moisés, proclamou: Jeová, Jeová, Deus misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade 
j) Mas vejamos o que diz: Naum 1:3 O Senhor é tardio em irar-se, e de grande poder, e ao culpado de maneira alguma terá por inocente; o Senhor tem o seu caminho no turbilhão e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés.
k) Observemos o que nos aconselha o próprio Senhor Jl 2:13 E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes; e convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque ele é misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em benignidade, e se arrepende do mal.
a) O conselho do salmista. Sl 4:4 Perturbai-vos e não pequeis; falai com o vosso 
coração sobre a vossa cama e calai-vos. (Selá)

III) DAR LUGAR AO DIABO Ef 4:27,28

a) Consideremos a palavra lugar (Gr topos) enfatiza que o crente pode dar lugar na sua vida ao diabo de forma que ele controle a sua vida ou mente Ex: Caim Gn 4
b) Saul, o Espírito do Senhor se retirou dele, assim passou angustiar Davi e queria mata-lo I Sm 18:17-19
c) Quando o crente não perdoa seu irmão ou a esposa o marido e vice-versa II Cor 2:10,11
d) Quando há falta de perdão Satanás vai tomar conta da pessoa Mt 18:31-35
e) Dois sábios conselhos:
f) Iº resistir-lhe I Pe 5:8,9
g) IIº revestir-se da armadura de Deus Ef 6:10-17

IV) LINGUAGEM OBSCENA Ef 4:29

a) Linguagem pobre, A palavra torpe, literalmente significa “decaída, corrompida” é a mesma palavra usada para carne estragada, fruta podre ou pedras esmigalhadas, observem um saco de semilhas com uma lá dentro podre. Mt 12:36
b) Paulo aos Colossenses, que tinham o mesmo problema diz: Cl 3:8 
c) E aconselha-os a serem cheios da palavra de Deus Cl 3:16; I Pe 2:2
d) A nossa boca fala do que o coração está cheio Mt 12:34; 15:11-18; Fl 4:8
e) Mas só a que promove edificação Ef 4:29 (b) Cl 4:6 
 
V) FALTA DE DOMÍNIO PRÓPRIO Ef 4:31

a) Amargura de espírito Hb 12:15; Cl 3:18,19; Tito 3:2; Tg 4:11 
b) Ira e cólera, perca total do domínio próprio, capaz de matar a pessoa
c) Malícia ou capacidade para fazer mal ao seu semelhante I Jo 3:1; I Pe 2:1,2

VI) O QUE EXALTA O ESPÍRITO Ef 4:32

a) Igreja deve revestir-se do novo homem Ef 4:25; 28 (b), 29, 32
b) Inclui a verdade Ef 4:25
c) Honestidade Ef 4:28 (b)
d) Ajuda aos necessitados Ef 4:28 (c)
e) Edificação do seu semelhante Ef 4:29 (b)
f) Bondade e compaixão Ef 4:32 (a)
g) E o perdão Ef 4:32 (b); Cl 3:12,13

CONCLUSÃO

I) FALTA DE VERACIDADE NAS PALAVRAS E UNIDADE Ef 4:25
II) DAR LUGAR À IRA (RAIVA) Ef 4:26
III) DAR LUGAR AO DIABO Ef 4:27,28
IV) LINGUAGEM OBSCENA Ef 4:29
V) FALTA DE DOMÍNIO PRÓPRIO Ef 4:31
VI) O QUE EXALTA O ESPÍRITO Ef 4:32

APELO


 

publicado por PASTOR MATOS às 11:34
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Xavier Nguvengue a 29 de Abril de 2013 às 12:59
Amado Espírito Santo perdoa-me pela irá, glotonária, pelas rapozinha, quero agrada-te meu amigo. Eu te amo

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. A PRÁTICA DO PERDÃO

. DIA FESTIVO

. Características do Cidadã...

. AS OITO BEM-AVENTURANÇAS

. EVIDÊNCIAS DA RESSURREIÇÃ...

. A CONFISSÃO DE PEDRO

. A IDOLATRIA

. O PERDÃO

. Coisas que Deus aborrece

. A BONDADE MAL INTERPRETAD...

.arquivos

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds